Conheça as 7 Leis Herméticas e descubra como elas podem mudar a sua vida

Conheça as 7 Leis Herméticas e descubra como elas podem mudar a sua vida

Conheça as sete Leis Herméticas e descubra como elas podem mudar a sua vida

Princípios criados no Antigo Egito pela observação da natureza, trazem conhecimentos sobre o universo que podem ser aplicados no dia a dia

A mais de dois mil anos, Hermes Trismegisto, considerado deus no Antigo Egito, realizou uma profunda observação da natureza e da vida na tentativa de descobrir como o universo funcionava. Dessa reflexão, foram criadas as Leis Herméticas – ou Princípios Herméticos -, que tratam-se de conceitos que parecem presentes em todas as coisas que existem, desde as estrelas até o ser humano.

“O que é interessante nas Leis Herméticas, é que elas dizem algo grandioso e profundo, que também pode ser aplicado em coisas simples do cotidiano. A mesma lei que se aplica ao ciclo de rotação dos planetas, explica também as fases da nossa vida. Isso ocorre porque as Leis Herméticas buscam saber como o universo funciona, e, logo, se aplicam em nós mesmos porque somos parte desse mesmo universo” comenta Vanessa Schroeder, fundadora do Acharya Institute, instituto brasileiro de terapia holística que atualmente se encontra em Winsconsin, nos Estados Unidos.

Conheça abaixo as sete Leis Herméticas e descubra como elas se aplicam em sua vida:

Primeira Lei Hermética :Princípio do Mentalismo

O Todo é mente; o universo é mental

Essa lei defende a ideia de que o universo inteiro é mental, ou seja, tudo aquilo que existe, de uma abelha voando a uma estrela nascendo, faz parte da mente de uma inteligência infinita. Isso é, como uma realidade mental de uma entidade superior.

Se tudo é pensamento, tudo também está conectado. Você faz parte de um Universo que é uma grande mente.

Tendo em vista isso, assim como seus pensamentos podem afetar seus sentimentos, atitudes e vida, com a força da sua mente você também pode mudar todo o universo e romper barreiras que antes eram intransponíveis.

O princípio do mentalismo nos leva a crer que tudo começa denro de nossas mentes e ela é a chave para abrirmos um novo universo para nós mesmos.

Segunda Lei Hermética: Princípio da Correspondência

“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima”

O Princípio da Correspondência quer dizer que o mundo físico e o mundo espiritual vivem em harmonia e aquilo que acontece em um também repercute no outro.

Da mesma forma, o Princípio da Correspondência habita em nosso dia a dia. Nossos atos no mundo exterior são reflexos de nossos pensamentos e emoções no mundo interior.

Em outras palavras, o mundo interior é a causa e o mundo exterior o efeito. Pois ambos se correspondem e se complementam.

Terceira Lei Hermética: Princípio da Vibração

“Nada está parado, tudo se move, tudo vibra”

Essa lei defende a ideia do movimento. Seja os humanos, os animais ou a menor das partículas, o átomo, tudo no universo está em constante movimento.

Sendo assim, cada movimento gera uma determinada vibração.

De acordo com essa lei, a frequência que cada corpo vibra atrai circunstâncias e pessoas em vibrações semelhantes.

Quarta Lei Hermética:O Princípio da Polaridade

“Tudo é duplo, tudo tem dois pólos, tudo tem o seu oposto. O igual e o desigual são a mesma coisa. Os extremos se tocam. Todas as verdades são meias-verdades. Todos os paradoxos podem ser reconciliáveis

Esse princípio defende a ideia de que o universo funciona de maneira dupla, ou seja, existe o dia e a noite, o amor e o ódio, o bem e o mal.

Porém, ao mesmo tempo que defende essa ideia, essa lei hermética afirma também que essa polaridade na realidade são duas faces da mesma moeda.

Ou seja, o frio é a ausência do calor, a escuridão é a ausência de luz e o ódio é a ausência do amor.

Tudo coexiste em um oposto.

Para a vida, precisamos estar cientes dessa dualidade e compreender que todo ato e sentimento estão na mesma régua. Caso realizarmos poucos atos de coragem aos poucos vamos nos aproximando do medo.

O princípio da polaridade é essencial para identificarmos com maior assertividade os sentimentos que habitam dentro de nós mesmos. Uma vez entendida essa noção teremos uma maior racionalidade daquilo que iremos oferecer ao mundo.

Quinta Lei Hermética: O Princípio do Ritmo

“Tudo tem fluxo e refluxo, tudo tem suas marés, tudo sobe e desce, o ritmo é a compensação”

Essa lei diz que a vida é feita de ciclos. Se agora estamos por baixo, em outro momento podemos estar por cima. Isso em todos os planos, sejam eles o físico, o mental ou o espiritual.

Há um ritmo em tudo. No movimento de expiração e inspiração, no dia e na noite, nas estações do ano, nos oceanos, na vida por completo. Tudo no Universo se manifesta por meio de ciclos.

Para nós, essa lei pode ser aplicada com a consciência que nada é permanente, seja bom ou ruim. Nada na vida está parado e, como um pêndulo, tudo tem seu ritmo.

Compreender essa Lei significa também compreender um grande princípio que rege o universo, o que realiza também a redução do sofrimento, seja por meio de reclamações sobre o passado ou preocupações sobre o futuro. Uma vez que descobrimos que tudo tem um ritmo, podemos pensar em aproveitar a experiência atual e com isso mergulhamos ainda mais no momento presente.

Sexta Lei Hermética: O Princípio da Causa e Efeito

“Toda causa tem seu efeito, todo o efeito tem sua causa, existem muitos planos de causalidade mas nada escapa à Lei”

Isso significa que não importa a atitude ou o que ocorreu, tudo tem uma causa.

Quando estamos tristes, agimos de uma maneira que leva a tristeza pois a causa são nossos pensamentos e emoções.

De forma prática, saber disso é algo engrandecedor. Pois a partir do momento que notamos que nossas atitudes podem ser efeito de causa externas, por que não deixamos de ser reativos e nos tornamos a nossa própria causa?

Afinal, podemos ser nós mesmos os condutores de nossa vida e não apenas reagir as causas e circunstâncias do mundo?

Quando criamos essa consciência deixamos o papel de vítima e nos tornamos protagonistas da nossa própria vida.

Sétima Lei Hermética: O Princípio do Gênero

“O Gênero está em tudo: tudo tem seus princípios Masculino e Feminino, o gênero manifesta-se em todos os planos da criação”

O Princípio do Gênero se refere que tudo, sejam os animais, as plantas, os planetas, tudo possui um lado feminino e um masculino.

O feminino está ligado a fertilidade, criatividade, receptividade e intuição. Já o masculino se manifesta pela lógica, racionalidade, senso de proteção e força motriz.

Dessa forma, o Principio do Gênero vai muito além do lado físico e inclui até mesmo as emoções.

Essa lei também diz que mesmo os gêneros sendo tão diferentes entre si, toda criação só nasce da união entre eles.

Se formos além, vamos perceber que o que está também sendo falado- há dois mil anos – é sobre os dois lados do cérebro, no qual um representa as emoções e o outro a lógica.

Para ter uma vida com uma maior harmonia, o ideal seria buscarmos um equilíbrio entre a razão e a emoção, ou seja, o feminino e o masculino. Só assim, de acordo com o Princípio do Gênero, teremos condições de criar novas ideias e atos para alcançar a própria plenitude, pois somente com a união dos dois lados que é possível a criação de algo novo e melhor.

Deixe uma resposta